home A Doença de Parkinson A Associação A Túlipa Links
 
As Publicações APDPk
Ajude a APDPk
Delegações
Espaço Aberto
Glossário de Termos
Legislação
Notícias
Noticias Médicas
Protocolos
Serviços de Saúde Especializados
Videos Parkinson
Viver com Parkinson
Declaração de Privacidade On-line
Direção Documentos
Conselho Científico
Infarmed
 
Newsletter
insira o seu email, para receber a nossa newsletter periódica.
 
 
 
 
 
 
 
Associa Pro
 
Utilizador
Palavra-chave
 

 

   
Home » Notícias
 
 
Falta Sinemet - Reunião Infarmed
Caro Associado (a),

Realizou-se na passada sexta-feira, nas instalações do Infarmed e por convocação desta entidade uma reunião sobre o tema ruptura do Sinemet.

A associação esteve presente, juntamente com os Laboratorios MSD (Merck, Sharp & Dome), a Novartis, a Maryland e a Roche, a Sociedade Portuguesa de Doenças do Movimento (SPDMov), a Sociedade de Neurologia e o Infarmed juntamente com os seus assessores médicos Neurologistas.

A MSD, detentora do produto, afirmou que a ruptura do Sinemet é provocada por um problema no local onde se situa a fábrica e não propriamente na produção, mas afectando esta, estando a fazer o que está ao seu alcance para minimizar o problema.

Todos os restantes laboratórios presentes comprometeram-se a reforçar o mercado com as suas soluções para a doença de Parkinson. O Infarmed assim como as entidades presentes, onde somos parte preponderante, vão fazer todos os esforços para controlar a situação, evitando o pânico e uma "corrida" às farmácias de modo a evitar uma ruptura total.

Do nosso lado, a APDPk reafirmou a necessidade Urgente de fornecer o medicamento ao mercado e que a sua substituição não seria fácil devido às perturbações (adaptação) que a nova medicação pode trazer.

Um dos nossos representantes na reunião, João Cordeiro, delegado de Lisboa, deu o seu testemunho não apenas enquanto dirigente associativo, mas também enquanto doente, reforçando, paralalamente a par dos testemunhos dos neurologistas presentes, esta mesma situação.

Caro Associado(a),

A situação é complicada mas saberemos ultrapassar os problemas que se nos apresente. Todos os intervenientes no mercado, entidades oficiais, Laboratórios, Associações farmacêuticas, Sociedades Cientificas e Neurologistas estão conscientes do problema e motivados a encontrar soluções.

Como recomendação a APDPk aconselha que cada doente procure o seu neurologista ou médico assistente. Daremos todo o apoio possível que se mostre necessário.

Atenciosamente,

Ana Telma Botas
Presidente da APDPk
 
 
   
 
 
2012 © APDPk - Todos os direitos reservados