home A Doença de Parkinson A Associação A Túlipa Links
 
As Publicações APDPk
Ajude a APDPk
Delegações
Espaço Aberto
Glossário de Termos
Legislação
Notícias
Noticias Médicas
Protocolos
Serviços de Saúde Especializados
Videos Parkinson
Viver com Parkinson
Declaração de Privacidade On-line
Direção Documentos
Conselho Científico
Infarmed
 
Newsletter
insira o seu email, para receber a nossa newsletter periódica.
 
 
 
 
 
 
 
Associa Pro
 
Utilizador
Palavra-chave
 

 

   
Home » Noticias Médicas
 
 
Estudo associa alergias ao desenvolvimento da doença de Parkinson

Segundo investigadores da Clínica Mayo de Rochester, nos Estados Unidos da América, quem sofre de rinite alérgica, uma inflamação nasal causada pelo contacto com pó, ácaros ou escamas da pele de animais domésticos, parece ter mais probabilidades de contrair aquela doença degenerativa, noticiou a agência Lusa.
O estudo, que se prolongou por 20 anos, centrou-se em 196 pacientes que contraíram Parkinson e num número semelhante de pessoas da mesma idade e género sem sintomas da doença.
Segundo as conclusões dos investigadores, os pacientes com Parkinson que tinham sofrido anteriormente de rinite alérgica corriam 2,9 vezes mais riscos de desenvolver aquela doença do que os outros. Não foi contudo encontrada nenhuma ligação semelhante com outras doenças inflamatórias, como o lúpus ou a artrite reumatóide, embora isso possa dever-se, segundo os autores do estudo, ao número relativamente pequeno de pacientes com esses problemas na amostra em estudo.
Na perspectiva do neurologista James Brower, autor do trabalho, quem sofre de rinite alérgica “gera uma resposta imunológica às suas alergias e pode gerar também uma resposta imunológica no cérebro, o que produziria inflamação”.
Essa inflamação, explicou, “pode libertar certas substâncias químicas no cérebro e, inadvertidamente, matar neurónios, como acontece na doença de Parkinson”.
Bower sublinhou ainda que o estudo não demonstra que as alergias sejam as causadoras da doença de Parkinson, mas simplesmente que existe uma associação , o que poderá ajudar os cientistas a desenvolver medicamentos que bloqueiem os processos inflamatórios.

"In Região de Leiria.pt"

 
 
   
 
 
2012 © APDPk - Todos os direitos reservados