Acompanhamento Hospitalar

O cidadão portador de deficiência internado tem direito ao acompanhamento familiar permanente durante o dia, desde que identificado nessa qualidade no momento do internamento. Excepção: doença grave com risco de vida, pode ser autorizada a permanência durante a noite.

Lei nº 109/97, de 16 de Setembro

VOLTAR À PÁGINA: LEGISLAÇÃO