home A Doença de Parkinson A Associação A Túlipa Links
 
As Publicações APDPk
Ajude a APDPk
Delegações
Espaço Aberto
Glossário de Termos
Legislação
Notícias
Noticias Médicas
Protocolos
Serviços de Saúde Especializados
Videos Parkinson
Viver com Parkinson
Declaração de Privacidade On-line
Direção Documentos
Conselho Científico
Infarmed
 
Newsletter
insira o seu email, para receber a nossa newsletter periódica.
 
 
 
 
 
 
 
Associa Pro
 
Utilizador
Palavra-chave
 

 

   
Home » Notícias
 
 
Mês do Parkinson no Palácio Baldaya
programa
 

(.../...) celebrado a 11 de abril, que irá reunir doentes e crianças numa experiência de partilha de movimentos e sentimentos, no Palácio Baldaya, em Lisboa.
Será também inaugurada uma exposição de trabalhos realizados por doentes ligados a diversas áreas de expressão artística, os trabalhos estãrão em exposição durante o mês de Abril

Contamos com a sua presença para que todos estejamos de mãos dadas por esta causa.

15h00 - Atividade "Dançar com Parkinson"
15h45 - Inauguração de Exposição de Arte

Local: Palácio de Baldaya Estrada de Benfica 701 A

           1500-266 Lisboa

''De mãos dadas pela Doença de Parkinson''
15h00-"Dançar com Parkinson"
Esta actividade irá reunir doentes e crianças numa experiência de partilha de movimentos e sentimentos.
 
15h45-"Inauguração de Exposição de Arte"
Uma exposição de trabalhos realizados por doentes ligados a diversas áreas de expressão artística.
 
PARTICIPE... gostamos muito, de vos ver ... connosco!
 
O Palácio Baldaia: O que é ... e como chegar.
 

O palco do jardim Baldaia é a antiga plataforma das máquinas de ar condicionado, com um deck de madeira. Há árvores centenárias por aqui e o vogal da junta de freguesia chama a atenção para dois arbustos que, mercê das muitas podas a que foram sujeitos, "são como bonsais". Chamam-se Euohymus japonicus, explica o engenheiro agrónomo do projeto, Flávio Barros. Defende que sejam classificados como arbustos de interesse público.

Clique aqui para ver o mapa de localização

Saiba mais sobre o Palácio de Baldaia
Os dois lagos do jardim vão estar a funcionar, com carpas e tartarugas, e um caminho de calçada emoldura a entrada na casa. Respeitaram-se os canteiros que já existiam, delimitados por aço corten. Brita espalhada desenha os caminhos. Terá entre cinco e dez centímetros de altura, o suficiente para ser confortável pisá-la, explicam os responsáveis da obra. Ricardo Marques conta que defendeu a relva, "mas este é um jardim sombrio, seria uma manutenção morosa". Além disso, justifica, "é um jardim de fruição".

Por esta altura, impõe-se contar a história da casa. Maria Joana Baldaia foi a primeira proprietária, no século XVIII. O palácio chegou a ser um hotel, detalha Ricardo Marques, a partir da escassa informação que existe. "Alguns apontamentos interiores serão, aliás, da época em que o palácio funcionou como Hotel Mafra." Será desse tempo a escultura de bronze que está na escadaria. Duas outras, agora em restauro, estavam no jardim.

Como  chegar: Clique AQUI

 
 
   
 
 
2012 © APDPk - Todos os direitos reservados