home A Doença de Parkinson A Associação A Túlipa Links
 
As Publicações APDPk
Ajude a APDPk
Delegações
Espaço Aberto
Glossário de Termos
Legislação
Notícias
Noticias Médicas
Protocolos
Serviços de Saúde Especializados
Videos Parkinson
Viver com Parkinson
Declaração de Privacidade On-line
Direção Documentos
Conselho Científico
Infarmed
 
Newsletter
insira o seu email, para receber a nossa newsletter periódica.
 
 
 
 
 
 
 
Associa Pro
 
Utilizador
Palavra-chave
 

 

   
Home » Serviços de Saúde Especializados
 
 
O que é a reabilitação?

 
 

A medicina física e de reabilitação pretende tratar ou atenuar as incapacidades causadas por doenças crónicas, tal como a Doença de Parkinson.

O que é a reabilitação?

É um processo global e dinâmico orientado para a recuperação física e psicológica da pessoa portadora de deficiência, tendo em vista a sua reintegração social.

Está associada a um conceito mais amplo de saúde, incorporando o bem-estar físico, psíquico e social a que todos os indivíduos têm direito.

Qual a abrangência da reabilitação?

Para uma plena realização, as acções de reabilitação devem abranger campos complementares, como a saúde, a educação, a formação, o emprego, a segurança social, o controlo ambiental, o lazer, entre outros.

Como surgiu a reabilitação?

A reabilitação teve grande impulso e desenvolvimento no século XX, sobretudo no período posterior às grandes catástrofes mundiais, como foram as guerras. Foram, então, imputados aos governos os custos económicos, familiares e sociais decorrentes das lesões e sequelas dos seus cidadãos e exigidas medidas de reparação e integração.

Quais são os profissionais responsáveis pela reabilitação? 

Para ser bem sucedida, a reabilitação deve envolver uma equipa multidisciplinar, composta por:

  • Fisiatras;
  • Enfermeiros;
  • Fisioterapeutas;
  • Terapeutas Ocupacionais;
  • Terapeutas da Fala;
  • Psicólogos;
  • Assistentes sociais.

Constituindo um trabalho integrado de diferentes profissionais, estes devem estabelecer uma estratégia com objectivos comuns e desenvolver acções convergentes e sinérgicas. Interessa por isso à maioria das áreas médicas, particularmente quando estão em causa situações potencialmente incapacitantes.

A Medicina Física e de Reabilitação surge como uma área de especialização médica, para responder à necessidade de apoiar as várias especialidades de forma global ou diferenciada. Procura contribuir, de modo científico, para a reabilitação/recuperação do indivíduo afectado funcionalmente por uma doença ou traumatismo.

O que são centros de reabilitação?

São estruturas vocacionadas para a resolução de casos mais graves, mas com potencial de recuperação e reabilitação, implicando a necessidade de tempos de intervenção mais prolongados (regime de internamento) e a intervenção de uma equipa de reabilitação multidisciplinar.

Como se processo a reabilitação?

  • Diagnóstico e definição das diferentes patologias, deficiências e incapacidades existentes;
  • Definição do prognóstico e avaliação do potencial de reabilitação;
  • Planeamento e prescrição do tratamento;
  • Coadjuvação e apoio das diferentes acções médico-cirúrgicas;
  • Prevenção do descondicionamento físico e psicológico, bem como todas as sequelas decorrentes do imobilismo e isolamento dos doentes internados;
  • Facilitação e estímulo dos processos de recuperação e regeneração natural;
  • Estímulo, maximização e compensação das capacidades residuais;
  • Promoção da integração socioprofissional.

in "Portal da Saúde"

 
 
Hoje vimos na Praça da Alegria – RTP 1
 
   
 
 
2012 © APDPk - Todos os direitos reservados